Skip links
tipos de violência psicológica os principais Ademar criminalista em BH

Principais tipos de violência psicológica

Share

A violência psicológica é uma forma de agressão que pode ser tão prejudicial quanto a violência física. Ela ocorre quando alguém é submetido a uma série de ações ou comportamentos que têm como objetivo ameaçar, intimidar, humilhar ou controlar emocionalmente outra pessoa. Esse tipo de violência pode variar de acordo com a saúde mental, emocional e até mesmo física da vítima. Existem diferentes tipos de violência psicológica e cada um deles pode ter consequências graves para a saúde e bem-estar das vítimas.

Tipos de violência psicológica: bullying

Um dos tipos mais comuns é o bullying, que desde 12 de janeiro de 2023 passou a ser tachado como crime, tal prática envolve ações repetitivas e hostis, como insultos, intimidação, difamação e exclusão social. Esse tipo de violência geralmente ocorre em ambientes escolares, mas também pode acontecer no local de trabalho ou em relacionamentos afetivos.

Tipos de violência psicológica: abuso emocional

Ocorre principalmente em relacionamentos íntimos. Nesse caso, o agressor manipula, humilha, ignora ou critica constantemente a vítima, minando sua autoestima e confiança. Esse tipo de violência pode levar a problemas de saúde mental, como ansiedade, depressão e até mesmo suicídio.

 Tipos de violência psicológica: negligência emocional 

É outra forma de violência psicológica na qual a vítima é constantemente ignorada, maltratada ou descartada emocionalmente. Essa negligência pode envolver a falta de apoio emocional, a não satisfação das necessidades emocionais básicas da vítima ou a indiferença emocional em relação às suas preocupações e sentimentos. Além desses tipos, a violência psicológica também pode incluir comportamentos como chantagem emocional, manipulação, controle excessivo, ameaças verbais, agressões verbais constantes, ridicularização e desvalorização. 

Todos esses comportamentos têm como objetivo controlar a vítima, fazendo com que ela se sinta impotente, indefesa e inferior. 

É importante destacar que esses tipos de violência de psicológica não deixam marcas físicas visíveis, o que muitas vezes dificulta a identificação e a denúncia desse tipo de agressão. 

No entanto, suas consequências podem ser tão ou mais prejudiciais do que a violência física, levando a problemas de saúde mental, baixa autoestima, isolamento social, dificuldades de relacionamento e até mesmo suicídio.

Os riscos da violência psicológica

A violência psicológica é uma forma de abuso que pode ter consequências graves e, em casos extremos, pode até levar à morte. É uma forma de violência que muitas vezes é subestimada e ignorada, mas seus efeitos podem ser devastadores para a saúde mental e física da vítima. 

A exposição contínua a abusos verbais e emocionais pode levar a problemas como depressão, ansiedade, transtorno de estresse pós-traumático, transtornos alimentares, pensamentos suicidas e até suicídio. A violência psicológica também pode afetar fisicamente a vítima. O estresse constante causado pelo abuso pode levar a problemas de saúde, como dores de cabeça frequentes, insônia, problemas digestivos, distúrbios do sono e até doenças cardiovasculares. Além disso, a baixa autoestima e a sensação de desesperança psicológica causada pela violência podem levar a comportamentos autodestrutivos, como abuso de substância e comportamento de risco.

 É importante ressaltar que a violência psicológica não afeta apenas o indivíduo diretamente envolvido, mas também pode ter um impacto negativo nas relações familiares e sociais. As vítimas de violência psicológica muitas vezes são isoladas e têm dificuldades em confiar nos outros, o que pode levar à ruptura de relacionamentos e ao afastamento de amigos e entes queridos. Para combater a violência psicológica e proteger as vítimas, é essencial aumentar a conscientização sobre esse tipo de abuso e fornecer apoio adequado.

E como lidar com tipos de violência psicológica?

Assim, é importantíssimo que procure um auxílio especial para lidar com problemas. Saiba que a grande maioria dessas condutas podem ser encaixadas em delitos. Ou seja, a pessoa que pratica bullying caçoando da aparência de uma outra pessoa, assim como aquela que ameaça machucar alguém que a vítima ama em caso de um término cometem crimes, logo podem ser punidos por isso. Desta forma, é imprescindível que procure um bom advogado criminalista para que possa lhe auxiliar na resolução do caso, ainda que seja por meio de um processo judicial.

O mais importante é garantir a segurança da vítima e que o agressor tenha a pena que merece. Afinal, ninguém merece viver eternamente esse sofrimento invisível. 

Conclusão

Após terminar essa leitura você passa a compreender o que é violência psicológica. Não só isso, acaba descobrindo quais são os tipos de violência psicológica. Agora, nos próximos eventos da família, quando esse assunto vir à tona poderá agir como se fosse um especialista. Poderá explicar a importância de se lutar contra todos os tipos de violência psicológica e a necessidade de ajuda para tanto.

Curtiu esse conteúdo? Sinta-se convidado para explorar o nosso blog. Garanto que os outros posts também irão lhe agradar. Precisa de auxílio por estar passando por alguma situação semelhante às retratadas acima? Chame-me no Whatsapp para que possamos marcar uma reunião aqui no escritório.