Skip links
Estelionato do amor como funciona - advogada criminalista em bh

“Estelionato do amor” O que é estelionato sentimental

Share

O estelionato do amor é uma forma de crime que tem ganhado destaque, especialmente nas relações modernas marcadas pela digitalização e pela fragilidade emocional. Este tipo de estelionato se aproveita da vulnerabilidade emocional de uma pessoa em um relacionamento para obter vantagens ilícitas, se tornando conhecido também como estelionato sentimental ou afetivo. É importante distinguir essas situações de casos em que uma pessoa, após um término de relacionamento frustrante, busca reparação financeira, pois nem sempre esses casos se enquadram como crime de estelionato.

Como funciona o estelionato do amor?

O estelionato é um crime que possui diversas nuances e um dos tipos que mais tem crescido e se tornado famoso é o estelionato do amor, também conhecido como estelionato sentimental ou afetivo.

O estelionato do amor popularmente pode ter duas definições, mas é preciso ficarmos atento para saber identificar as situações e diferenciar o que é de fato um crime e o que é somente uma banalização do termo. O estelionato do amor de fato é um crime que explora a vulnerabilidade emocional de uma pessoa em um relacionamento para prejudicá-la e obter vantagens ilícitas.

No entanto, muitas vezes o crime de estelionato do amor é confundido com situações em que uma pessoa, após um término de relacionamento frustrante, se arrepende de ter se dedicado financeiramente ao companheiro. Nessas situações, a vítima busca, por vezes, na esfera criminal, uma forma de responsabilizar o ex-parceiro pela quebra de expectativas de vida resultante do término do relacionamento.

Todavia, o Direito Penal não deve ser utilizado como uma forma de vingança privada por parte de uma vítima que se sentiu magoada e enganada por ter contribuído financeiramente de forma mais significativa do que o companheiro.

Lei representante do estelionato do amor

O crime previsto no Código Penal no art. 171 com pena de reclusão de um a cinco anos e multa é o estelionato em que uma pessoa obtém “para si ou para outrem, vantagem ilícita, em prejuízo alheio, induzindo ou mantendo alguém em erro, mediante artifício, ardil, ou qualquer outro meio fraudulento”.

Dessa forma, as situações em que uma pessoa se frustra com um relacionamento em que se doou financeiramente não se enquadra no crime, por não ocorrer vantagem ilícita da outra pessoa.

Alguns doutrinadores do direito acreditam que pode haver uma busca por reparação pecuniária daquele que se sente lesado na área cível, por entender que houve uma ofensa ao princípio da boa-fé e até a possibilidade de enriquecimento ilícito. Principalmente nos casos em que existe uma promessa de que aquele valor dado durante o relacionamento será retribuído no futuro. Porém, nada que seja de interesse do Direito Penal.

Como ocorre esse crime de estelionato do amor?

Dessa forma, o estelionato do amor ou sentimental como crime ocorre somente nos casos em que o autor do fato se aproxima ardilosamente da vítima, valendo-se da vulnerabilidade emocional da vítima, conquistando sua confiança e, após, solicitar-lhe ou exigir dela presentes e favores financeiros. Ou seja, ele utiliza de ferramentas de persuasão amorosa para se aproximar da vítima e, então, obter vantagem ilícita.

Nesses casos, o estelionatário demonstra falso interesse amoroso, motivação fraudulenta presente desde antes do início da relação, e pela intenção deliberada do agente de drenar o máximo de vantagens da vítima, causando-lhe prejuízo patrimonial em favor de seu locupletamento ilícito.

E, além disso, o estelionato do amor, além de ser crime, também pode causar danos emocionais profundos e abalar a confiança da vítima em si mesma e nas pessoas.

Geralmente, os estelionatários do amor criam perfis falsos em aplicativos de relacionamento ou sites de namoro, fingindo ser alguém que não são. Através de mensagens românticas e promessas de um futuro juntos, conquistam a confiança da vítima. Uma vez que a relação de confiança é estabelecida, o golpista começa a pedir dinheiro, presentes ou favores, sempre com desculpas convincentes e histórias dramáticas.

O estelionato do amor é uma expressão que se refere a situações em que alguém utiliza artifícios enganosos para obter vantagens emocionais, afetivas ou financeiras de outra pessoa em um relacionamento amoroso, por isso se caracteriza como crime. É como se fosse uma fraude sentimental, em que a pessoa age de maneira manipuladora, simulando sentimentos que não existem verdadeiramente, apenas com o objetivo de explorar ou enganar o parceiro.

Esse tipo de comportamento pode se manifestar de diversas formas, como, por exemplo, alguém que finge estar apaixonado apenas para conseguir dinheiro, presentes ou outras vantagens materiais.

Conclusão

Portanto, o estelionato do amor é uma prática criminosa que explora os sentimentos e a confiança alheia. Deve-se ter cuidado ao identificar essas situações, evitando confundir com situações de arrependimento após um relacionamento. É fundamental buscar a conscientização e o entendimento dessas nuances para evitar danos emocionais e financeiros, além de falsas acusações para esse crime.

Curtiu esse conteúdo? Sinta-se convidado para explorar o nosso blog. Garanto que os outros posts também irão lhe agradar. Precisa de auxílio de um Advogado Criminalista, por estar passando por alguma situação semelhante? Chame-me no WhatsApp para que possamos marcar uma reunião aqui no escritório.