Skip links
Assédio contra mulher como provar e o que é Ademar criminalista em BH

Assédio contra mulher: o que é e como provar?

Share

O que é o assédio?

O assédio é uma forma de comportamento indesejado e agressivo que ocorre com frequência em diversos ambientes, como no trabalho, na escola, na rua, nas redes sociais, entre outros. É considerada uma violação dos direitos humanos, pois afeta a dignidade e a integridade das pessoas que o sofrem. Existem diferentes tipos de assédio, como o assédio sexual, o assédio moral, o assédio psicológico e o assédio moral.

Como se manifesta o assédio contra a mulher?

O assédio contra a mulher é uma manifestação social que ocorre em diversas esferas da vida cotidiana, perpetuando a desigualdade de gênero e afetando qualidades na vida das mulheres. O assédio pode ocorrer tanto de forma verbal quanto física e pode ter consequências devastadoras para a saúde física e mental das vítimas. 

O assédio contra a mulher ocorre em diferentes contextos, como nas ruas, no trabalho, nas escolas e até mesmo nas redes sociais. Esse tipo de violência é um reflexo da persistência de normas sociais e culturais que atribuem papéis de gênero hierárquico, nos quais as mulheres são vistas como objetos e submissas aos homens. O assédio verbal pode incluir diferentes formas de agressão, como comentários ofensivos, piadas de cunho sexual, cantadas invasivas e até as mesmas ameaças. 

Muitas vezes, as mulheres ficam constrangidas e se sentem inseguras em espaços públicos, limitando sua liberdade de expressão e locomoção. Já o assédio físico é caracterizado por toques indesejados, apalpões, beijos forçados, puxões de cabelo e outras formas de contato físico não consensual, sendo condutas penalmente relevantes que podem consistir ou no crime de lesão corporal; ou de vias de fato ou de importunação sexual. Essas ações invadem o espaço pessoal e o consentimento da mulher, deixando-a vulnerável e violando sua integridade física. 

E quais as consequências do assédio contra a mulher?

As consequências do assédio contra a mulher vão além do momento do ocorrido. As vítimas podem sofrer traumas psicológicos, como depressão, ansiedade, baixa autoestima e distúrbios do sono. A sensação de insegurança e medo também pode levar as mulheres a evitar determinados lugares ou situações, limitando suas oportunidades e restringindo sua liberdade. É importante ressaltar que o assédio contra a mulher é uma violação dos direitos humanos, comprometendo o princípio da igualdade e dignidade. De acordo com a legislação brasileira, o assédio quando consiste em agressão física, verbal ou sexual é considerado crime previsto no Código Penal e é tratado por meio dos ditames da Lei Maria da Penha, sendo a vítima passível de proteção. 

Para combater o assédio é necessária uma abordagem multifacetada. A educação é um pilar fundamental, pois é preciso desconstruir estereótipos e promover a igualdade de gênero desde a infância. Além disso, é fundamental denunciar casos de assédio, oferecer suporte adequado às vítimas e responsabilizar os agressores. 

Campanhas de conscientização e políticas públicas externas para a prevenção e combate ao assédio são medidas importantes para promover mudanças na sociedade e criar um ambiente seguro e respeitoso para todas as mulheres. Em suma, o assédio contra a mulher é um problema grave que precisa ser enfrentado de maneira energética e sistêmica. É responsabilidade de todos combater esse tipo de violência, garantindo igualdade de oportunidades, respeito e dignidade para as mulheres.

Como provar um assédio:

Pelo que se pode perceber existem várias formas de assédio, sendo que cada um poderá ser comprovado de forma distinta. Por exemplo, caso uma mulher seja assediada por alguém no carnaval, com o sujeito a forçando lhe beijar, ocorre o crime de importunação sexual. Para comprovar será necessário arrolar testemunhas que estiveram no local e podem comprovar que aquele cenário de fato ocorreu.

Por outro lado, quando esse assédio consistir em agressão física, será fundamental que seja realizado um exame de corpo de delito para que possa ser constatada a lesão causada pelo agressor à vítima.

Quando o assédio se der no âmbito do trabalho, ocorrerá o crime de assédio sexual. Para comprovar, poderá se buscar imagens de câmeras que mostram a investida de um chefe em face de sua funcionária, como também se poderá coletar o relato dos demais membros da empresa para se provar a ocorrência do crime.

De qualquer forma, caso queira provar que ocorreu, é interessante procurar um bom advogado criminalista para lhe auxiliar.

Conclusão

Após terminar essa leitura você passa a compreender o que é o assédio contra mulher. Não só isso, acaba descobrindo que em alguns casos desses assédios terão consequências penalmente relevantes, ou seja, serão tratados como crimes. Agora, pode explicar sobre esse assunto para familiares e amigos.

Curtiu esse conteúdo? Sinta-se convidado para explorar o nosso blog. Garanto que os outros posts também irão lhe agradar. Precisa de auxílio por estar passando por alguma situação semelhante a aqui retratada? Você foi vítima de algum assédio? Chame-me no Whatsapp para que possamos marcar uma reunião aqui no escritório.