Skip links
Agressão física é crime aprenda a registrar Ademar criminalista em BH

Agressão física é crime! Aprenda a como registrar

Share

A agressão física  é crime e, infelizmente, ainda é muito comum na sociedade atual. Essa forma de violência atinge mulheres de todas as idades, classes sociais e origens, sendo um problema que exige atenção e medidas efetivas por parte das autoridades e da sociedade como um todo.

 A agressão física é crime que  pode ser definido como qualquer ato violento que cause danos ou lesões corporais a uma mulher. Ela pode ocorrer dentro de relacionamentos afetivos, familiares ou mesmo em ambientes públicos. Aquele que pratica agressão física pode incorrer nas penas de dois crimes, o que determina qual sera o encaixe é o grau de dano a mulher. Caso a agressão consista em uma tapa e não deixe hematomas, será o caso do delito de vias de fato. Agora, caso a agressão se dê por meio de socos, pontapés ou utilizando de instrumentos cortantes de modo a deixar claro um hematoma ou qualquer lesão na pele, acaba ocorrendo o crime de lesão corporal.

 Assim, ressalto mais uma vez que a agressão física é crime e contra a mulher, dentro de um contexto doméstico, a pena é até mesmo acentuada.

Nesse sentido, cabe indicar que a Lei Maria da Penha, sancionada em 2006, foi um grande marco na luta pela proteção das mulheres vítimas de violência doméstica, estabelecendo medidas protetivas e punições mais severas para os agressores. Além da legislação específica, é necessário que uma sociedade se engaje no combate à agressão física contra a mulher. Para isso, é fundamental divulgar informações sobre a gravidade desse crime e os direitos das vítimas, a fim de encorajar a denúncia e fornecer o apoio necessário.

 Lembre-se, a agressão física é crime, sendo comumente praticado contra a mulher e suas consequências vão para muito além dos danos físicos, podendo afetar a autoestima, a saúde mental e até mesmo a capacidade de trabalho. É fundamental que as vítimas tenham acesso ao suporte psicológico, médico e jurídico necessário para se recuperarem e reconstruírem suas vidas. 

Noticiar às autoridades é um passo importante para interromper o ciclo de violência. A agressão física é crime e as vítimas desse delito devem buscar ajuda em delegacias especializadas, centros de referência e organizações não governamentais que oferecem suporte às vítimas. Em situações de emergência, a ligação para o número 180 pode ser crucial para garantir a segurança e proteção dessas mulheres. Nenhuma mulher merece ser vítima de violência, e é dever de toda a sociedade se unir para garantir a segurança e integridade das mulheres.

Como uma mulher deve proceder caso seja vítima de agressão física?

 Em primeiro lugar, é essencial que a vítima se proteja e procure um local seguro. Se for possível, ela deve se afastar do agressor e procurar a ajuda de outras pessoas, seja em locais públicos ou em residências de familiares ou amigos de confiança. Após garantir sua segurança imediata, é crucial que a vítima procure ajuda profissional. Exalta-se que agressão física é crime e pode ser sucedida por algo mais grave, como uma tentativa de feminicídio. Assim sendo, é fundamental que a vítima vise primordialmente garantir sua segurança.

É interessante que contate um advogado criminalista para que possa garantir apoio durante todas as etapas do processo que levará a punição do ofensor. Ele poderá acompanhar a vítima desde o registro de ocorrência até a sentença que condenar o autor do crime.

É recomendável procurar atendimento médico para tratar quaisquer lesões físicas e receber apoio psicológico. Em muitos casos, hospitais e postos de saúde possuem equipes especializadas em atendimento às vítimas de violência doméstica. 

Além disso, é fundamental que a vítima registre um boletim de ocorrência na Polícia Civil. Esse registro é importante tanto para fins de investigação criminal quanto para a proteção da vítima. 

Como fazer boletim de ocorrência na Polícia Civil para agressão física?

Para registrar um boletim de ocorrência na Polícia Civil de Minas Gerais, a vítima pode seguir os seguintes passos:

1. Localize a delegacia mais próxima: A vítima deve procurar a delegacia de polícia civil mais próxima de sua residência ou do local onde ocorreu a agressão. É recomendado ligar antecipadamente para confirmar o endereço e local de atendimento.

2. Reúna a documentação necessária: Ao se dirigir à delegacia, a vítima deverá levar consigo documentos de identificação, como RG, CPF e comprovante de residência. Também é importante ter em mãos informações sobre o agressor, como nome, endereço, características físicas e quaisquer outras informações relevantes.

3. Relatar os fatos detalhadamente: Ao chegar à delegacia, a vítima será atendida por um policial pelo registro do boletim de ocorrência. Ela deve relatar de forma clara e detalhada todos os fatos relacionados à agressão, incluindo dados, horário, local e circunstâncias.

4. Solicitar medidas protetivas: Caso a vítima sinta que sua segurança está em risco imediato, ela pode solicitar medidas protetivas, como a proibição de aproximação do agressor. Essas medidas têm o objetivo de garantir a integridade física e emocional da vítima.

5. Acompanhe o processo: Após o registro do boletim de ocorrência, a vítima poderá acompanhar o andamento do processo e participar das investigações, se assim desejar. É recomendado que ela solicite um número de protocolo para acessar informações futuras.

Importante ressaltar que, além do registro policial, a vítima também pode buscar apoio em serviços especializados, como os Centros de Referência de Atendimento à Mulher. Esses locais oferecem suporte psicológico, orientação jurídica e assistência social, auxiliando as vítimas durante todo o processo de denúncia e enfrentamento da violência. A agressão física é crime e as autoridades sempre estarão dispostas a combatê-lo.

CONCLUSÃO 

Após terminar essa leitura você passa a compreender que agressão física é crime e, além disso, passa a entender como deve a vítima deve proceder nessa situação. 

Curtiu esse conteúdo? Sinta-se convidado para explorar o nosso blog. Garanto que os outros posts também irão lhe agradar. Precisa de auxílio por estar passando por caso de violência? Chame-me no Whatsapp para que possamos marcar uma reunião aqui no escritório.