Skip links
Adélio Bispo foi condenado ou não Ademar advogado criminalista em BH

Adélio Bispo foi condenado por qual crime?

Share

Adélio Bispo, autor da facada que vitimou o ex-presidente Bolsonaro, se encontra preso. Isso não é segredo para ninguém, mas você sabia que ele foi absolvido? Calma, não é a absolvição que está pensando. Leia o texto a seguir para entender a situação atual de Adélio Bispo. 

Como foi o atentado e o que ocorreu com Adélio Bispo?

Na manhã de 6 de setembro de 2018, quando Bolsonaro cumpria sua programação de campanha em Juiz de Fora/MG durante a corrida presidencial, foi o candidato esfaqueado na Rua Halfeld, uma das principais do munícipio. A facada promovida por Adélio Bispo acertou o abdômen de Bolsonaro, provocando uma terrível lesão a uma importante veia abdominal, o que ocasionou um quadro de hemorragia. 

Logo após o atentado, Bolsonaro foi levado à Santa Casa de Misericórdia, sendo o candidato submetido a uma laparatomia exploratória com o fim de constatar a seriedade da lesão. Felizmente, o ex-presidente conseguiu se recuperar, no entanto, ainda hoje, possui alguns problemas decorrentes dessa perfuração. 

E como ocorreu esse plagrante com Adélio Bispo?

Adélio foi preso em flagrante por tentativa de homícidio. Ao se questionada sobre as motivações do crime, Adélio Bispo afirmou que havia sido ordenado por Deus. Para realizar o atentado, o autor, segundo as informações disponibilizadas pela Polícia Federal, explorou cada passo dado por Bolsonaro durante 2 meses. Inclusive, chegaca visitar um clube de tiro que era frequentado por Bolsonaro e seus filhos. Para realizá-lo, carregou consigo, envolvida em um jornal em sua jaque, uma faca e efetuou a aproximação para esfaqueá-lo alegando que tiraria uma foto com o ex-presidente. 

Tendo em vista a gravidade da conduta, mil teorias da conspiração foram traçadas. Diversas pessoas foram indicadas de forma tendenciosa como mandantes do atentado perpretrado por Adélio. Todavia, cabe informar que mesmo após a quebra do sigilo financeiro e dados telemáticos e telefônicos nada de inconsistente foi encontrado, de forma a indicar que Adélio Bispo agiu sem nenhuma forma de patrocínio para tanto. 

Durante o processo mais de 35 pessoas foram ouvidas, diversas provas foram colhidas e analisadas e levaram a um veredito pronunciado pelo juiz federal Bruno Salvino. O juiz entendeu que Adélio agiu sozinho e, para mais, compreendeu que esse sujeito não se encontrava. Assim, ocorreu o que chamamos no direito de absolvição imprópria, quando se absolve o sujeito do cometimento do crime e aplica de forma alternativa uma medida de segurança, que consiste na internação do sujeito. 

Mas afinal qual crime foi que o Adélio Bispo cometeu?

Aqui cabe uma curiosidade rápida. Um crime é um fato típico, ilícito e culpável, ou seja, para que alguém cometa um delito é necessário que atenda a esses três elementos mencionados acima e que são dissecados em outros textos do blog. De toda forma, a culpabilidade tem a ver com o grau de reprovabilidade daquela conduta. Assim, para que alguém seja considerado culpado é fundamental que ele seja capaz de compreender a gravidade daquele ato, ocorrendo que para o juiz federal Adélio não teria essa capacidade em virtude de distúrbios mentais que afetam o réu. No entanto, isso não quer dizer que ele não será punido, ele será alvo de uma medida de segurança, porém não será condenado à prisão. Assim, a pena que Adélio Bispo cumprirá é na verdade um tratamento para o seu quadro psíquico.

Pois bem, desde a ocorrência do atentado, Adélio Bispo se encontra preso. Nesse ínterim, passaram-se 5 anos e é difícil saber quando poderá sair. Ocorre que ao contrário da pena que tem um prazo para acabar, a medida de segurança depende do desenvolvimento saudável do tratamento do paciente. Ou seja, o sujeito pode ficar por vários anos a fio caso não apresente um avanço considerável em seu quadro clínico. 

Nesse sentido, referenciar até um exemplo. Todos nós nos lembramos do a adolescente Champinha que promoveu o homícidio de um casal de namorados. Caso esse indivíduo fosse punido pelo ato infracional (ele era inimputável por conta da idade) apenas poderia ficar em um Centro Socioeducativo por três anos. Por outro lado, o quadro mental do adolescente era tão instável que após cumprir a medida socioeducativa passou a ser alvo de uma medida de segurança que perdura até hoje, uma vez que esse sujeito demonstrou nenhum avanço social. 

O mesmo pode acabar acontecendo com o Adelmo Bispo. Atualmente, Adélio cumpre pena na  Penitenciária Federal de Campo Grande, no entanto, em virtude do seu transtorno delirante persistente essencial seria sua transferência para algum hospital psiquiátrico, para que recebesse tratamento adequado. Porém, o autor do crime se recusa a cooperar com as autoridades médicas não tendo interesse em iniciar o seu tratamento, o que o impede de ter um avanço que o permita um dia retornar a viver livremente em sociedade.

Conclusão 

Após terminar essa leitura você passa a compreender detalhadamente como se deu o atentado que vitimou Jair Bolsonaro e em que situação se encontra o seu autor, Adelmo Bispo. 

Curtiu esse conteúdo? Sinta-se convidado para explorar o nosso blog. Garanto que os outros posts também irão lhe agradar. Precisa de auxílio por estar passando por alguma situação semelhante às retratadas no blog? Chame-me no Whatsapp para que possamos marcar uma reunião aqui no escritório.